RC A Voz do Povo 87,9

Economia

Produtividade de erva-mate aumenta na região oeste catarinense

Produtividade de erva-mate aumenta na região oeste catarinense

Produtividade de erva-mate aumenta na região oeste catarinense
ilustrativa
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Acréscimo de 140% na produtividade média por hectare/ano de erva-mate em propriedades rurais da região oeste catarinense. Esse é um dos resultados obtidos com o Programa de Consultoria Tecnológica do Sebrae (Sebraetec) no comparativo de cinco anos de acompanhamento com produtores do município de Concórdia e com aplicação das técnicas recomendadas. A iniciativa do Sebrae/SC, focada nos pequenos negócios, atendeu até o momento, aproximadamente 320 empreendedores rurais dessa cadeia produtiva.

Levantamento do Sebrae/SC comprova a evolução dos indicadores ao longo dos anos trabalhados. Antes das consultorias tecnológicas a produtividade média em cada propriedade era de 3.500 kg por hectare/ano. No terceiro ano de acompanhamento a produtividade média das propriedades aumentou para 6.000 kg por hectare/ano, o que representa um incremento de 58%. Em 2022, completa cinco anos de consultorias, com a conquista da elevação na produtividade média para 8.360 kg por hectare/ano, o que reflete um acréscimo de 140% no comparativo com o início das atividades.

“Essa ascensão na produtividade foi possível graças ao comprometimento dos produtores que aplicaram a tecnologia recomendada nas consultorias tecnológicas e acreditaram no know-how do Sebrae/SC para auxiliar no aprimoramento de suas empresas rurais”, analisa o consultor credenciado, Antônio Zanovello. Outro benefício gerado foi a redução no tempo de intervalo da colheita. “O ciclo médio da erva-mate – entre uma colheita e outra – é de 18 a 24 meses, mas os empreendedores rurais que optaram pelas consultorias tecnológicas reduziram para 12 a 15 meses, sem perder produtividade.

ATUAÇÃO

As consultorias tecnológicas na cadeia produtiva da erva-mate promovem o desenvolvimento socioeconômico, ambiental e cultural dessa cultura. O propósito é agregar renda nas pequenas propriedades do oeste catarinense, mantendo-as sustentáveis.

Entre os trabalhos realizados estão: medidas individualizadas e adequadas para cada propriedade; acompanhamento tecnológico baseado em diagnóstico; orientação para tomada de decisões; análises do solo, das folhas das plantas, de viabilidade quanto a localização e de investimentos financeiros. “A partir das análises feitas em laboratórios oficiais são aplicadas correções, como por exemplo, de fertilização do solo, formação ou correção das plantas, controle de ervas daninhas, pragas e doenças. 

CONTEXTO REGIONAL

O município com maior número de produtores de erva-mate atendidos pelo Sebraetec no oeste catarinense é Concórdia. Conforme a Secretaria Municipal da Fazenda, em 2018 foram comercializados 4,1 milhões de kg de erva-mate. Já em 2021, foram vendidos 6,8 milhões de kg, um acréscimo de 60%. Os dados de Concórdia também revelam aumento na exportação desse produto.

Entre os parceiros para execução das consultorias tecnológicas estão a Administração Municipal de Concórdia, Engie, Ervateira Ekofeliz, Ervateira Gheno, Ervateira Simioni, Instituto do Meio Ambiente (IMA), Parque Estadual de Concórdia Fritz Plaumann e Sicoob Crediauc Concórdia.

PROGRAMA

            O Sebraetec disponibiliza serviços para adequação à legislação, redução de custos e conquistas de novos mercados, como serviços metrológicos para ensaios e calibrações, prototipagem de produtos, certificações, consultorias, adequação às normas técnicas, design de comunicação para captação de novos clientes, programas de saúde e segurança no trabalho e eficiência energética.

            De acordo com o analista de negócios do Sebrae/SC Thiago Dalla Rosa o programa visa fortalecer a competitividade dos pequenos negócios, estimulando a transferência de tecnologia entre instituições e empresas para que possam superar limitações e barreiras tecnológicas.

            Entre os benefícios do programa estão a conexão com a rede de prestadores de serviços tecnológicos especialistas nas necessidades dos pequenos negócios; acompanhamento do Sebrae/SC para assegurar os melhores resultados para empresa e atendimento aos pequenos negócios de todos os setores (indústria, agronegócio, comércio e serviços).

            Os resultados esperados das empresas são a inovação em produtos, processos e design; eliminação de desperdícios e redução de custos; implantação de práticas sustentáveis e obtenção das licenças para operação; automatização de processos e atuação em comércio eletrônico.

MB Comunicação

FONTE/CRÉDITOS: tiliasnews
Comentários:

Veja também